Invasores de fazenda no Paraná têm 10 dias para sair

Os invasores da Fazenda Santa Luzia, de Lindoeste, a 550 quilômetros de Curitiba, no oeste do Paraná, foram notificados nesta terça-feira da decisão do juiz da 1ª Vara Cível de Cascavel, Fabrício Priotto Mussi, que concedeu mandado de reintegração de posse ao proprietário Lino Martini.A fazenda está ocupada desde o início de março por 42 famílias, segundo a Polícia Militar. O juiz estipulou prazo de 10 dias para que eles saiam pacificamente. Os invasores afirmam serem do Movimento dos Sem-Terra (MST), mas acoordenação do movimento na região não os reconhece.De acordo com a PM, seriam moradores da região que teriam invadido a propriedade para chamar a atenção das autoridades e da imprensa para a situação de pobreza.O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) já tinha vistoriado a fazenda em 99, considerando-a produtiva.Caso a fazenda não seja desocupada no prazo concedido, os invasores poderão ser enquadrados em crime de desobediência. Neste caso, o juiz determinou que o governo do Estado terá prazo de 60 dias para realizar a desocupação. Também foi estipulada multa diária de R$ 100,00 por pessoa se a ordem não for cumprida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.