Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Internautas criticam plano de governo de Russomanno

'Estado' descobre que um dos nomes técnicos que desenhou o programa é funcionário da Prefeitura e tem função secundária no comitê do candidato

O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2012 | 15h16

O líder nas pesquisas eleitorais em São Paulo, Celso Russomanno (PRB), apresentou nesta semana um programa de governo que virou alvo de críticas por reproduzir uma série de propostas genéricas, algumas até sem lastro orçamentário. As propostas chegaram em julho à Justiça Eleitoral. Os nomes dos "técnicos" que Russomanno diz terem ajudado a elaborar o programa de governo nunca foram divulgados oficialmente pela campanha do PRB, apenas o de "Carlos Baltazar".

O Estado descobriu que Baltazar, na verdade, é Carlos Alberto Joaquim, funcionário concursado de baixo escalão da Prefeitura, que realiza função secundária no comitê, como agrupar sugestões de propostas enviadas por colaboradores de Russomanno. Veja abaixo a repercussão na internet sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.