Integrantes do MST invadem sede do BNDES no Rio

Cerca de 100 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) invadiram nesta quarta-feira, 7, o saguão de entrada do prédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio.Os manifestantes, em sua maioria mulheres, protestam por investimentos nos assentamentos e na agricultura familiar. A ação faz parte da mobilização nacional pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado na quinta-feira, 8."Viemos em caráter de ocupação por tempo indeterminado", disse a coordenadora do movimento no Rio, Luciana Miranda. De acordo com ela, o grupo pretende entregar uma carta ao presidente do BNDES, Demian Fiocca, cobrando um compromisso da instituição com a agricultura familiar."O governo investiu R$ 10 bilhões nesse setor, responsável por 80% dos empregos no campo, e destinou cinco vezes mais ao agronegócio, que reproduz, inclusive aqui no Rio, relações de trabalho escravo", afirmou Luciana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.