Integralidade tem mesmo impacto para Estados e União

O relator da proposta de reforma da previdência na Câmara, deputado José Pimentel (PT-CE) afirmou hoje que o impacto da concessão da aposentadoria integral para os servidores nos Estados é o mesmo ao da União. Segundo ele, a integralidade para os atuais servidores, incluída em seu relatório, reduz de R$ 52,14 bilhões para R$ 50,7 bilhões a economia que a União terá com a reforma da previdência em 20 anos. Esses números, segundo Pimentel, são com base no banco de dados dos próprios estados. A avaliação feita pelo relator teria reduzido a resistência dos governadores às modificações feitas na proposta original do governo para a reforma. Ao comentar a reunião de ontem dos governadores nordestinos, no Piauí, Pimentel lembrou que a única argumentação dos governadores é de que seriam necessárias fontes de custeio para essas despesas, que deveriam ser discutidas no âmbito da reforma tributária.Pimentel chegou à residência do presidente da Câmara, João Paulo Cunha, para o café da manhã com o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, e líderes dos partidos aliados. Dirceu também já chegou para o encontro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.