INSS: Revisão privilegia idoso e quem ganha menos

Na hora de rever os valores dos benefícios concedidos a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o governo quer privilegiar as pessoas que ganham menos, têm idade mais avançada e pior estado de saúde.Segundo informou, há pouco, a Assessoria de Comunicação do Ministério da Previdência Social, o ministro Ricardo Berzoini vai propor, em breve, esse acordo a sindicalistas e representantes de aposentados e pensionistas. Nesta semana, o ministro deve dar início às rodadas de negociações para discutir a revisão e o pagamento dos benefícios. A data do primeiro encontro ainda não foi divulgada.A revisão dos valores de salários vai ocorrer em função da defasagem de planos econômicos baixados por governos anteriores. A dívida estimada do governo relativa aos benefícios concedidos entre junho de 1977 e outubro de 1988 e entre fevereiro de 1994 e fevereiro de 1997 é de R$ 14 bilhões, além de R$ 2 bilhões por ano após a revisão de todos os benefícios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.