Inquérito sobre morte de Fernanda Vogel é arquivado

A Justiça de São Sebastião arquivou o inquérito que investigava a morte da modelo Fernanda Vogel, em julho de 2001. Ela e o piloto Ronaldo Jorge Ribeiro morreram em um acidente de helicóptero, na praia de Maresias. Na aeronave também estavam o empresário João Paulo Diniz, do Grupo Pão de Açúcar, e o co-piloto Luiz Roberto Araújo Cintra. No dia do acidente o tempo estava fechado e chovia muito. Os dois sobreviventes nadaram até a praia e conseguiram se salvar graças a ajuda de moradores do local.O arquivamento foi pedido no mês de outubro pelo Ministério Público por falta de provas contra os sobreviventes. O processo, de 430 páginas, demorou pouco mais de três anos para ser concluído.De acordo com o juiz que acatou o pedido de arquivamento, Luiz Antonio Carrer, da 2ª Vara de São Sebastião, "não há provas, nem testemunhais nem técnicas suficientes para culpar os sobreviventes". Carrer explicou que o inquérito pode ser reaberto a qualquer momento desde que "haja novas provas cabíveis".A mãe da modelo, Myriam Vogel, não foi localizada para comentar a decisão da Justiça. Fernanda Vogel morreu aos 20 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.