Inquérito contra Romário chega ao Supremo Tribunal Federal

Ex-jogador e deputado federal pelo PSB é investigado por suspeita de crime contra o meio ambiente no Rio de Janeiro

Mariângela Galluci, da Agência Estado

11 de maio de 2011 | 19h51

BRASÍLIA - Chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira, 11, um inquérito que investiga o ex-jogador de futebol e deputado federal Romário (PSB-RJ). Conforme informações do site do STF, o inquérito apura suspeita de crime contra o meio ambiente.

Investigação recente indicou que o parlamentar seria dono de terrenos em Angra dos Reis (RJ) e que teria usado dinamite para remover uma pedreira. Torcedor do Flamengo, time de Romário durante anos, o ministro do STF Marco Aurélio Mello foi sorteado relator do inquérito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.