Inocêncio tentará negociar reajuste do mínimo

O líder do PFL na Câmara, deputado Inocêncio Oliveira (PE), informou hoje, depois de se reunir com o líder do governo no Congresso, deputado Heráclito Fortes (PFL-PI), que tentará negociar com a oposição e o governo a proposta de reajuste do salário mínimo para R$ 210,00, mas para vigorar somente a partir de novembro de 2002. No encontro, realizado no gabinete da liderança do governo no Congresso, os líderes contabilizaram a presença, até agora, de 16 deputados do PFL em Brasília, dois a mais que o número de pefelistas que integram a Comissão Mista de Orçamento do Congresso. Inocêncio disse que Heráclito Fortes e outros parlamentares aliados do governo estão interessados em que haja um acordo com a oposição em torno do mínimo para permitir a votação do Orçamento de 2002 ainda nesta semana. A oposição defende a elevação do mínimo para 220,00 a partir de abril do ano que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.