Inocêncio quer derrubar MP dos procuradores

O candidato do PFL à presidência da Câmara, Inocêncio Oliveira (PE), afirmou hoje que vai manter uma posição de "independência" nas votações das matérias de interesse do governo e, como prova de que não recuou, avisou que vai trabalhar para derrubar a medida provisória que limitou a ação dos procuradores. "Vamos tentar derrubar essa MP na admissibilidade, porque, a meu ver, ela é relevante, mas não urgente, e inconstitucional, já que fere a autonomia administrativa do órgão", sustentou ele, depois de um encontro, ontem de manhã, com o governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PSB). Reunido com pastores num hotel em Brasília, Garotinho orou para Inocêncio, que por sua vez pediu a Deus proteção na disputa pela presidência da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.