Inocêncio garante 89 deputados para votar CPMF

O líder do PFL, Inocêncio Oliveira (PE), afirmou na tarde desta terça-feira, ao chegar à Câmara, que o partido vai garantir a presença de 89 deputados em plenário para votação da CPMF agora à tarde. Ele reafirmou que o partido vai votar unido, coerente com a posição do primeiro turno, apesar de ter em seu poder uma pesquisa indicando que 72% da população são contrários à vigência da CPMF.A votação em segundo turno da Proposta de Emenda Constitucional que prorroga a CPMF até dezembro de 2004 deverá ocorrer na mesma sessão ordinária em que deverá ser aprovada a redação final da PEC votada em primeiro turno. A sessão, que já foi iniciada, conta com apenas 77 deputados presentes, de acordo com o painel do plenário. Mas já há 225 deputados na Casa, segundo levantamento permanente que éfeito pela liderança co governo. O líder do governo na Câmara, Arnaldo Madeira(PSDB-SP), disse que a votação deverá ocorrer quando houver a presença de aproximadamente 430 parlamentares. Até a semana passada, os líderes planejavam fazer a votação em uma sessão extraordinária. Mas uma reinterpretação do regimento concluiu que a votação poderia ser feita na presente sessão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.