Inocêncio diz que achou "caixa" no telefone

Diversos deputados do PFL encontram-se, no momento, no apartamento do líder do partido na Câmara e candidato à presidência da Casa, deputado Inocêncio Oliveira (PE), que encontrou uma caixa preta no aparelho telefônico de sua sala de estar. Ele suspeita que possa ter sido vítima de escuta telefônica. Dois parlamentares que deixaram há pouco a residência de Inocêncio deram descrições um pouco divergentes sobre o tamanho da caixa encontrada. Um deles, o vice-líder do PFL na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM), afirmou que ela é do tamanho de uma caixa de fósforo, enquanto o deputado Heráclito Fortes (PI), que desceu depois de Avelino, disse que ela tem o tamanho de uma carteira de cigarros. Avelino informou que o líder pefelista chamou um perito em escuta telefônica da Câmara e avisou a Polícia Federal. Nenhum dos dois deputados quis fazer ligação com a disputa pela presidência da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.