Inocêncio: Bornhausen não quer ser candidato

O candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Inocêncio Oliveira (PFL-PE), disse que a declaração do senador Jorge Bornhausen (PFL-SC) de que poderia sair candidato à presidência do Senado "é apenas para forçar uma terceira via no Senado". Bornhausen teria dito a Inocêncio que faria o possível e o impossível para não ser candidato e que essa seria uma hipótese "em última instância".Um candidato pefelista no Senado, para combater o candidato peemedebista, Jader Barbalho (PA), fatalmente atrapalharia os planos de Inocêncio, que insiste numa aliança do PFL com a candidatura de oposição do senador Jefferson Peres (PDT-AM), para ganhar o apoio do PT à sua candidatura. Para o líder do PT, Aloizio Mercadante (SP), está claro que o PFL não vai trocar seus cargos no governo pela independência e autonomia do Congresso, que seria traduzida no apoio do PFL a Jefferson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.