Inocêncio atribui derrota à falta de votos

O líder do PFL na Câmara, Inocêncio Oliveira (PE), derrotado por larga margem na disputa pela presidência da Câmara pelo deputado Aécio Neves (PSDB-MG), nãoresponsabilizou o governo diretamente por sua derrota, embora tenha passado as duasúltimas semanas de campanha acusando ministros do Executivo de trabalharemostensivamente na campanha de Aécio. "Atribuo minha derrota à falta de votos", resumiuInocêncio, há pouco. Amanhã, a bancada do PFL na Câmara vai reunir-se para decidir arespeito da recondução - ou não - de Inocêncio à liderança. "Não sei se devo aceitar acondição de líder. Vou pensar", adiantou Inocêncio, que já deixou o plenário da Câmarae foi para casa "descansar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.