Inglaterra fiscaliza Igreja Universal

A Charity Commision, órgão oficial que regulamenta e fiscaliza as entidades beneficentes na Inglaterra, confirmou hoje que está investigando a Igreja Universal do Reino de Deus, que no país é chamada de Universal Church of the Kingdom of God (UCKG).Segundo a porta-voz da Charity Commision, Rachel Quilton, a investigação está se concentrando no uso do dinheiro arrecadado pela igreja no país e as suas remessas de fundos ao exterior."Precisamos nos assegurar que a UCKG está seguindo as normas legais para entidades beneficentes e de caridade", disse Quilton à Agência Estado.Ela explicou que a decisão de investigar a igreja surgiu em abril do ano passado, diante das "preocupações com o controle financeiro da UCKG e com as suas remessas de fundos ao exterior". A investigação, segundo ela, deverá ser concluída nas próximas semanas. "Estamos analisando todas as contas e documentos da UCKG e, até o momento, a igreja vem colaborando totalmente com o nosso trabalho".Contatada no final da tarde pela reportagem, a porta-voz da UCKG, Louise Johnson, disse que somente poderia tecer comentários sobre a investigação mediante o envio das perguntas por fax. Mas, em seguida, avisou que, por ter sido contatada apenas no final do expediente, somente poderia enviar as respostas na próxima sexta-feira.A UCKG iniciou as suas atividades na Grã-Bretanha em 1995. Segundo a sua homepage, ela conta hoje com 18 igrejas espalhadas pelo país. A sua sede está localizada no bairro de Finsbury Park, na região norte de Londres A igreja controla uma rádio AM de Londres, a Liberty.Segundo o Serviço Brasileiro da BBC, que revelou a investigação, a UCKG tem enviado dinheiro ao exterior regularmente desde 1997. Dados da Charity Commission mostram que a maior parte do dinheiro arrecadado pela igreja na Grã-Bretanha é enviado para outras unidades da Igreja Universal do Reino de Deus de outros países.Em 2001, por exemplo, segundo a BBC, a igreja recebeu 3,2 milhões de libras (cerca de R$ 10,5 milhões) em doações feitas pelos fiéis britânicos. Deste total, 2,5 milhões de libras (R$ 8,3 milhões) foram enviadas ao exterior. Deste montante, 700 mil libras (R$ 2,3 milhões) foram para o Brasil; 1,8 milhão de libras (R$ 5,9 milhões) para Portugal; e 16.589,00 libras (R$ 54 mil) para outros países.A igreja disse à BBC que o dinheiro enviado ao exterior é usado em projetos de cunho social. "Todas as nossas contas estão abertas ao conhecimento público na Charity Commission. Não temos nada a esconder", disse a porta-voz da igreja, Louise Johnson.A porta-voz da UCKG disse também à BBC que o dinheiro enviado para as igrejas-irmãs é "usado em projetos sociais beneficentes" e os valores são decididos "com base nas necessidades" de cada uma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.