Inglaterra barra brasileiros que não sabem sobre os Beatles

Seis brasileiros foram impedidos de entrar na Inglaterra por não saberem responder a algumas perguntas sobre os Beatles. Eles não souberam dizer quem é Yoko Ono. E afirmaram que Ringo Starr está morto. Uma porta-voz do Home Office, o Ministério do Interior inglês, confirmou que seis brasileiros foram impedidos de entrar no país na quinta-feira, dia 21. ?Nós não podemos discutir casos individuais, mas qualquer pessoa que tentar entrar no país deve convencer os funcionários da alfândega de que está obedecendo às regras do pessoal da Imigração?, disse a funcionária, que pediu para não ser identificada. ?Se eles dizem que que estão aqui para um evento específico, os funcionários devem checar se este é realmente o caso.?Os seis barrados pelos funcionários ingleses faziam parte de um grupo de 72 turistas brasileiros que chegaram a Londres procedentes do Rio de Janeiro, num pacote voltado para um festival que se realiza em Liverpool, a cidade natal dos Beatles, e no qual se apresentam bandas de diversos países, inclusive do Brasil, fazendo covers das canções do grupo inglês. O resto do grupo passou normalmente pela alfândega e continuou seu roteiro rumo a Liverpool. Bill Hackle, o organizador do festival, disse ao Liverpool Daily post que os brasileiros barrados não sabem as respostas a diversas perguntas simples colocadas por funcionários da alfândega que falam português ? e citou as perguntas sobre Yoko e Ringo. Fabiana Carvalho, do Cavern Club Brazil, que organizou a excursão, disse que o tratamento dado ao grupo foi ?ridículo e preocupante?. ?Eles (os funcionários da alfândega) cantaram algumas músicas e perguntavam o nome delas. Chegaram a pedir às pessoas que cantassem músicas dos Beatles.? A brasileira acrescentou que diversos jovens de fato não sabem muito sobre os Beatles. "Eles viajam para acompanhar as bandas brasileiras que participam do festival. Eu acho que a forma com que eles foram tratos é terrível."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.