Infraero se coloca à disposição da PF para investigação

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que está à disposição dos órgãos de investigação para colaborar nas apurações sobre supostas fraudes em licitações na execução de obras de aeroportos. Segundo assessoria de imprensa da Infraero, a empresa está "tranquila" em relação à notícia de que a Polícia Federal prepara uma operação de busca e apreensão em algumas das maiores empreiteiras do País.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

12 de setembro de 2009 | 13h04

A assessoria de imprensa do órgão ressaltou que é interesse da atual diretoria-executiva da empresa tratar de forma transparente o assunto. Até agora, a Infraero não foi notificada sobre as investigações pelo Ministério Público e a Polícia Federal. Por isso, a empresa, por enquanto, decidiu não fazer comentários sobre a operação da PF, que ainda não foi iniciada.

A Infraero informou que, nos últimos dois anos, fez várias "tratativas" com o Ministério Público e o Tribunal de Contas da União (TCU) em relação a irregularidades detectadas em obras dos aeroportos, entre eles, Guarulhos e Vitória. A empresa destacou que tem atendido todas exigências feitas pelo TCU para as mudanças nos contratos.

Tudo o que sabemos sobre:
PFempreiteirasInfraero

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.