Infraero fará concessão de aeroportos, afirma Jobim

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse ontem que a Infraero não será privatizada e a adoção do modelo de concessão dos aeroportos é uma decisão definitiva do governo. A afirmação foi uma resposta a um estudo encomendado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que recomendou a cisão e a privatização da estatal incumbida de administrar os aeroportos. "O que está decidido exclusivamente é a Anac fazer uma formatação do processo de concessão de aeroportos que não é a privatização. O presidente da República já decidiu que faríamos a concessão de Viracopos, do Galeão e depois a concessão para a construção do novo aeroporto de São Paulo", declarou o ministro.A discussão sobre o modelo a ser adotado para a entrada do capital privado nos aeroportos se arrasta há anos. As demissões de apadrinhados políticos na Infraero, fruto do processo de profissionalização da estatal, irritaram a bancada do PMDB no Senado, que ameaçou criar dificuldades para o governo no Congresso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.