Índios voltam a invadir terras em MS

Os índios guaranis-kaiowás voltaram a invadir fazendas no extremo sul de Mato Grosso do Sul, onde reivindicam uma área com mais de um milhão de hectares. Desta vez foi a Fazenda Iporã, localizada na Rodovia MS-295, em Paranhos, divisa com o Paraguai. Cinqüenta famílias indígenas da aldeia Corã tomaram a propriedade rural, inclusive a sede principal do imóvel. A denúncia de invasão foi feita hoje cedo no destacamento da Polícia Militar daquela cidade pelo administrador da área, Roberto Machado Dias. A fazenda foi ocupada sábado último, e outras estão sob ameaças dos guaranis-kaiowás. Eles afirmam que essa última invasão é continuação das iniciadas no dia 19 de abril de 1999, Dia Nacional do Índio, quando ocuparam uma fazenda em oito chácaras em Paranhos, onde estão até agora. Segundo o Movimento Nacional dos Produtores (MNP), os índios são responsáveis pela invasão de dez áreas no Estado, que ainda estão ocupadas por eles. Os mais de um milhão de hectares de terras consideradas indígenas pelos manifestantes compreendem as localidades de Potrero Guassú e Arroyo Corá, em Paranhos, além de Sobrerito, em Sete Quedas, município vizinho de Paranhos. Os índios reivindicam a demarcação imediata dessas áreas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.