Índios Terena e sem-terra bloqueiam estrada no MT

Cerca de 150 índios Terena e trabalhadores rurais ligados ao Movimento dos Sem-Terra (MST) de Mato Grosso interditaram nesta sexta-feira à tarde a BR-163, que liga o Estado a Mato Grosso do Sul e à região Sudeste do País.Índios e sem-terra cobram há quatro anos a desapropriação da Fazenda Mirandópolis, localizada no sul de MT, para criar um assentamento e uma reserva indígena no local.Com a interdição das duas pistas, uma longa fila de carros se formou, provocando um engarrafamento de mais de 30 quilômetros, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).Acampados às margens da rodovia 163, na localidade denominada Lago Azul, os Terena aguardam a liberação definitiva para criação da reserva indígena. ?Estamos cansados de tanta promessa. Por isso, de agora em diante nós vamos acampar aqui mesmo na rodovia; vamos trazer nossas famílias aqui para a pista, vamos cozinhar aqui e vamos mudar para cá?, afirmou o cacique Milton Rondon.?Estão nos enrolando há quatro anos, prometeram nos assentar e não cumpriram a promessa?.A PRF, represenante da Funai e do Incra, tenta negociar com os índios e sem-terra a liberação de pelo menos uma pista para evitar um confronto com os motoristas. A assessoria de imprensa do Incra informou que o problema deve ser solucionado na próxima semana. Até o começo da noite, as duas pistas continuavam interditadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.