Índios protestam em Brasília contra demarcação de terras

Grupo tentou subir rampa do Planalto e houve confronto com seguranças

Atualizado às 14h49, Ricardo Della Coletta, da Agência Estado

04 Dezembro 2013 | 11h41

Brasília - Um grupo de índios realizou atos no fim da manhã desta quarta-feira, 4, em protesto contra as regras de demarcação de terras no País. Parte deles tentou subir a rampa de acesso Palácio do Planalto e houve confronto com os seguranças, que usaram spray de pimenta para conter os manifestantes.

Os índios participam em Brasília da Conferência Nacional de Saúde Indígena. Segundo a Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência, durante o confronto, um dos seguranças do Planalto foi ferido por uma paulada na cabeça e encaminhado para atendimento médico, mas passa bem. O Planalto afirmou que não houve tentativa de invasão ao Palácio. A segurança no Planalto foi reforçada com a presença de homens do Exército.

Em seguida, os índios protestaram em frente ao Ministério da Justiça. Havia cerca de 500 pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar do Distrito Federal.

 

Em nota divulgada na noite dessa terça-feira, 3, o ministério havia informado que a proposta da portaria com as novas regras de demarcação, cujo texto desagrada a comunidade indígena, tem por objetivo solucionar os conflitos entre índios e produtores rurais.

 

O governo pretende que as análises de demarcação envolvam outros ministérios para garantir mais transparência no processo e evitar insegurança jurídica. Para lideranças indígenas, a mudança pode retardar ainda mais os processo de liberação das terras e beneficiar o setor rural.

 

Com informações da Agência Brasil

Mais conteúdo sobre:
índios protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.