Índios Pipipan invadem sede da Funai em Brasília

Quarenta e nove índios da tribo Pipipan, de Pernambuco, estão na sede da Fundação Nacional do Índio (Funai), em Brasília. Eles invadiram o prédio no início da noite desta terça-feira e pedem a demarcação de duzentos mil hectares e medicamentos. "Estamos passando fome, precisamos de vacinação, que não existe. Não temos condições para buscar água, que fica a dez, doze quilômetros", reclama Maria de Fátima Gomes, uma das manifestantes.Segundo o presidente substituto da Funai, Roberto Lustosa, os índios não passariam a noite no prédio. A Funai está entrando em contato com o Conselho Tutelar para encontrar um abrigo para as crianças indígenas que estão no grupo. "Oprocedimento é que eles peçam passagens na administração local e seja agendado, aqui em Brasília, o que eles precisam".Os índios estiveram reunidos, nesta terça, com o diretor de assuntos fundiários da Funai, Artur Mendes, e a única reivindicação que fizeram foi a demarcação de terras. A área em que estão é uma reserva ambiental do Ibama, o que não permite a caça. As demais reclamações surgiram em um protesto em frente ao Palácio do Planalto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.