Índios ocupam oito fazendas no sul da Bahia

Em nova onda de invasões a propriedades rurais do sul da Bahia, 500 índios das tribos pataxó hã-hã-hãe e tupinambá ocuparam, nesta semana, oito fazendas do município de Itaju de Colônia, a 499 quilômetros da capital baiana. Os índios protestam contra decisões do Supremo Tribunal Federal garantindo a posse das terras a fazendeiros da região.Para evitar novas invasões, o diretor do escritório da Fundação Nacional do Índio em Ilhéus, Agnaldo Francisco dos Santos, se comprometeu a enviar uma comissão a Brasília para conversar, na segunda-feira, com o presidente nacional da Funai, Mércio Pereira Gomes. Enquanto aguardam a reunião, os índios ameaçam derrubar as torres de energia elétrica situadas nas terras invadidas.Os pataxós alegam ter voltado a ocupar fazendas depois que um suposto acordo firmado com as autoridades foi quebrado. O acordo suspendia as ocupações, contando que a Justiça não acatasse os pedidos de reintegração de posse de propriedades invadias anteriormente. Diante das ocupações, pelo menos cinco proprietários prestaram queixa na polícia e pediram a retirada dos invasores com o cumprimento imediato dos mandados de reintegração de posse. Delegados e agentes da PF estão estudando uma forma pacifica para retirar os índios das fazendas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.