Índios fazem equipe da Funasa refém

Uma equipe da Funasa que foi tratar da saúde de índios terenas em Mato Grosso do Sul acabou ficando refém da tribo durante 15 horas, em Sidrolândia. A ação começou na manhã de quinta-feira e só terminou na madrugada de ontem, quando foram concluídas as negociações entre os indígenas e a Polícia Federal. Os índios reivindicam melhoria no atendimento à saúde na aldeia e a substituição do chefe local da Funai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.