Índios criticam ação da Funasa no Javari

Membros de cinco etnias que povoam o Vale do Javari, no Amazonas, criticaram ontem em São Paulo as ações de combate à hepatite e malária realizadas pela Funasa na Amazônia. Segundo o coordenador do Conselho Indígena do Vale do Javari, Jorge Marubo, nove índios morreram no período em que agentes de saúde estiveram na região. "Investem R$ 4,5 milhões e morrem nove índios. Se continuar assim, não vai sobrar ninguém", lamentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.