Índios bloqueiam rodovia no RS

Manifestações repetem-se de duas a três vezes por semana desde o início de junho

Elder Ogliari, de O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2008 | 19h32

Cerca de 50 índios caingangues voltaram a bloquear a RS-343, entre Cacique Doble e Sananduva, no norte do Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira. As manifestações repetem-se de duas a três vezes por semana desde o início de junho. O grupo vive na reserva Cacique Doble e pede que a Fundação Nacional do Índio (Funai) crie um Grupo de Trabalho para identificar como sua uma área contígua, de cerca de mil hectares, usada pelo governo gaúcho para reforma agrária nos anos 40. O administrador regional da Funai em Passo Fundo, João Alberto Ferrareze, informou que a decisão esperada pelos caingangues deve ser tomada nesta semana. Os índios prometem manter os bloqueios pelo menos até esta quarta-feira. Apesar de repetidos, os bloqueios não chegam a provocar congestionamentos. A estrada não tem grande movimento. E a cada meia hora o grupo sai do asfalto e deixa que os veículos retidos passem.  No dia 2 de junho, outros 40 caingangues mantiveram a sede regional da Funai, em Passo Fundo, sob ocupação da manhã até o final da tarde. O grupo também vive no município de Cacique Doble, num acampamento na localidade de Passo Grande da Forquilha, e quer o reconhecimento de outra área, também com cerca de mil hectares. As manifestações deste grupo estão suspensas porque há a perspectiva de a reivindicação ser atendida nos próximos dias.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍndiosbloqueioRio Grande do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.