Índice de Desenvolvimento Infantil melhora em todos os Estados

Os melhores desempenhos no Brasil são de São Paulo (0,856), Santa Catarina (0,828) e Rio de Janeiro (0,806)

BBC Brasil,

22 de janeiro de 2008 | 09h12

O Índice de Desenvolvimento Infantil (IDI) calculado pelo Unicef, a agência da ONU para a infância, mostra melhora nos indicadores em todos os Estados brasileiros entre 2004 e 2006.   Veja também:    Brasil reduz mortalidade infantil, mas diferenças permanecem   O IDI é composto por quatro indicadores básicos: número de crianças menores de seis anos morando com pais com escolaridade precária, cobertura vacinal em crianças menores de um ano, cobertura pré-natal de gestantes e crianças matriculadas na pré-escola.   Em 2004, apenas o Estado de São Paulo era classificado como de desenvolvimento infantil elevado, com IDI superior a 0,8 numa escola de 0 a 1.   Avanço   No último relatório, com dados de 2006, também entraram nesta classificação os Estados do Rio de Janeiro e Santa Catarina, além da região Sudeste como um todo. Os melhores desempenhos são de São Paulo (0,856), Santa Catarina (0,828) e Rio de Janeiro (0,806).   O avanço foi mais acentuado nos Estados de Alagoas e Amazonas, que no início do cálculo do IDI, em 1999, eram classificados como de desenvolvimento infantil baixo - menos de 0,5. Em 2006, todos os Estados tiveram IDI superior a 0,5.

Tudo o que sabemos sobre:
Índice de Desenvolvimento Infantil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.