Indicado do PT evita falar de possível afastamento do Dnit

Em entrevista no rádio, Hideraldo Caron disse que segue trabalhando no órgão normalmente

Elder Ogliari, correspondente de O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2011 | 18h24

PORTO ALEGRE - O diretor de Infraestrutura Rodoviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Hideraldo Caron, evitou falar de seu eventual afastamento do cargo e reiterou que está trabalhando, durante breve entrevista nesta terça-feira, 19, ao repórter Leo Saballa Júnior, correspondente da Rádio Gaúcha em Brasília.

Questionado sobre a perspectiva de sair, Caron sugeriu ao jornalista que dirigisse a pergunta à presidente Dilma Rousseff. Diante da insistência, respondeu: "Estou aqui trabalhando". Depois, em outro trecho da entrevista, confirmou que estava na sede do Dnit tratando de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Caron também deixou de comentar suspeitas que surgiram contra ele em meio à crise da área dos Transportes. "Não tem denúncia nenhuma porque não tem denunciante", ressaltou. Ao final, ao responder a mais uma pergunta sobre o que acha de sua permanência, repetiu: "Não acho nada, estou trabalhando".

Tudo o que sabemos sobre:
DnitcorrupçãoPTCaroncontas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.