Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Indicado ao STF, Alexandre de Moraes inicia corpo a corpo no Senado

Para ter o nome confirmado para a vaga no Supremo, o ministro licenciado da Justiça deve passar por sabatina e votação na CCJ; indicação ainda será apreciada em plenário

Erich Decat, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2017 | 10h37

BRASÍLIA - Menos de dois dias depois de ser indicado pelo presidente Michel Temer para a vaga do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro licenciado da Justiça, Alexandre de Moraes, inicia nesta quarta-feira, 8, um corpo a corpo com integrantes da cúpula do Senado em busca de apoio para o seu nome.

O périplo de Moraes está previsto para começar por uma conversa com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que o recebe em seu gabinete na manhã desta quarta-feira.

Para ter o nome confirmado para a cadeira do STF deixada por Teori Zavascki, morto em acidente aéreo, Moraes deverá passar inicialmente por sabatina e votação na Comissão de Constituição e Justiça. Em meio a um racha entre integrantes da bancada do PMDB, que disputam o comando do colegiado, a comissão deve ser instalada nesta quarta-feira. Após passar pela comissão, a indicação ainda deverá ser votada em plenário. 

A previsão do presidente Eunício Oliveira é de que o processo de Moraes se encerre em até três semanas. Temer ainda precisa definir o nome que irá integrar o governo no lugar de Moraes no ministério da Justiça. O presidente disse na terça-feira, 7, que deve demorar "uns quinze dias" para anunciar o novo ministro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.