Incra desapropria fazenda no RS

Área, denominada Estância do Céu, é quase metade do complexo da Southall, que tem quase13 mil hectares

Carlos Alberto Fruet , especial para O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2008 | 19h57

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) desapropriou 5.028 hectares da Fazenda Southall, em São Gabriel, na Região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. A área, denominada Estância do Céu, é quase metade do complexo da Southall, que tem quase13 mil hectares.   A área, antiga reivindicação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), foi negociada por R$ 31.680 milhões e foi tornada de interesse social através de decreto presidencial publicado nesta semana no Diário Oficial da União. Com isso, o Incra pretende assentar 330 famílias no local até o final do ano. Falta apenas a formalização da compra.   Exatamente por isso é que o proprietário do complexo, Alfredo Southall, não quis dar maiores detalhes sobre a negociação. Ele salientou que não teme novas invasões, mesmo tendo ao lado, como vizinho, os colonos do MST, com quem muito brigou no passado por causa das constantes invasões de sua propriedade: "Hoje nós estamos numa nova era, num novo momento. Vamos ter que apreender a conviver com isso".   O negócio, no entanto, não agradou aos demais produtores rurais da região. O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de São Gabriel, Tarso Teixeira, teme atos de vandalismo no futuro: "Não questiono a venda. A propriedade é do Southall e ele sabe o que faz.   Agora, negociar com o Incra para assentar os colonos do MST é arriscado, e pode haver atos de vandalismo, já que os trens que levam a produção da Região Noroeste passam dentro da área, além de ter uma barragem que irriga lavouras de arroz e evita falta de água no município".   Já o representante do MST na Assembléia Legislativa, deputado Dionilso Marcon (PT), preferiu não se manifestar. Ele espera maiores detalhes sobre a desapropriação - a maior já realizada no Estado desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva - para fazer qualquer comentário sobre o assunto.

Tudo o que sabemos sobre:
Incra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.