Divulgação
Divulgação

Incra adia análise de impactos da usina Santo Antônio

O grupo técnico criado para verificar danos nos projetos dos assentamentos Joana D'arc ainda não concluiu os trabalhos

AYR ALISKI, Estadão Conteúdo

09 de setembro de 2014 | 07h32

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) ampliou o prazo para que o grupo técnico criado para analisar os impactos sofridos nos Projetos de Assentamentos Joana D''Arc I, II e III, em decorrência da construção da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, conclua os trabalhos.

O prazo adicional é de 90 dias. Na decisão, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 9, o Incra cita que o prazo inicialmente previsto acabou sem que os órgãos e entidades envolvidas apresentassem a indicação de seus representantes, inviabilizando a instalação do grupo. Ficou decidido, ainda, incluir nesse debate técnicos do Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.