Incidência de osteoporose deve aumentar no País

O Rio de Janeiro está sediando, desde sexta-feira, o Congresso Mundial de Osteoporose, evento que reunirá até o próximo dia 18 especialistas de todo o mundo. O encontro é o maior do gênero já realizado voltado exclusivamente para a doença que atinge 15 milhões de brasileiros dos quais apenas 2% recebem tratamento adequado. A osteoporose é uma doença que faz os ossos ficarem porosos e se quebrarem facilmente. Uma das doenças mais comuns e debilitantes, provoca dor, perda de movimento, inabilidade de desempenhar as atividades diárias e, em muitos casos, a morte.Na avaliação dos organizadores do Congresso, a América Latina vai passar, nos próximos anos, por um significativo aumento do número de fraturas osteoporóticas, em comparação com outras regiões do mundo, devido ao envelhecimento da população. Uma em cada três mulheres acima de 50 anos terá fraturas osteoporóticas, bem como um em cada oito homens. A doença pode, até certo ponto, ser facilmente diagnosticada e há eficazes tratamentos disponíveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.