Inaugurado, no Rio, primeiro templo voltado para gays

O primeiro templo evangélico do País que aceitahomossexuais foi inaugurado no Rio, no fim de semana. Um sobrado na Rua Mem de Sá, reduto de boemia e prostituição noCentro da cidade, abriga a Igreja da Comunidade Metropolitana. A congregação norte-americana existe há 35 anos e há dois tem adeptos em 20 Estados brasileiros.O templo terá dois cultos aos domingos e decoração simples, com cadeiras, palco e um púlpito. O palco servirá ainda parashows gospels com drag queens, como forma de atrair fiéis. Durante a semana, a igreja abrirá as portas para atendimentossociais a portadores do vírus HIV.?Fomos muito bem recebidos pela vizinhança, mas contratamos 50 seguranças por causa da homofobia evangélica. Temos encontrado alguma resistência por parte deles?, diz o pastor Marcos Gladstone, fundador da igreja no Brasil. Advogado de 28 anos e de família protestante, Gladstone abandonou sua religião por se sentir discriminado. Descobriu a Comunidade Metropolitana e passou a difundi-la no País. ?Não é uma igreja só para gays, mas que aceita gays. Mães efamiliares de homossexuais também acompanham nossos encontros, que hoje tem sete células aqui no Rio?, explica.O movimento militantes gay comemorou a abertura do templo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.