IML encerra identificação do corpo de Eduardo Campos

Previsão é que o corpo de Campos chegue a Recife por volta das 22 horas e seja levado diretamente para o Palácio das Princesas

Valmar Hupsel Filho , O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2014 | 15h30

O Instituto Médico Legal de São Paulo encerrou no início da tarde deste sábado, 16, o trabalho de identificação dos corpos do governador Eduardo Campos e das outras seis vítimas que morreram no acidente aéreo em Santos na última quarta-feira. Os corpos serão levados em urnas lacradas às 17 horas para a base aérea, de onde seguem para os locais de origem das vítimas: Pernambuco, Sergipe, Governador Valadares e Maringá.

A previsão é que o corpo de Campos chegue a Recife por volta das 22 horas. Será levado diretamente para o Palácio das Princesas, onde acontece o velório. Está marcado para as 10 horas deste domingo uma missa campal no palácio e o enterro será às 17 horas no cemitério Santo Amaro. Eduardo Campos será enterrado no mausoléu da família, onde também está enterrado seu avô, o ex-governador Miguel Arraes.

O encerramento dos trabalhos da perícia foi anunciado pelos governadores Geraldo Alckmin (São Paulo) e João Lyra Neto (Pernambuco). “Nós queremos agradecer o trabalho das equipes do instituto de criminalísticas e do instituto médico legal”, disse Alckmin, que permaneceu por volta de duas horas e meia no prédio.

O governador de São Paulo informou que as certidões de óbito foram lavradas pelo cartório de Santos e devem chegar ainda nesta tarde a São Paulo. O translado dos documentos será feito por helicóptero. “Assim ficam liberados os corpos para que as famílias possam fazer as últimas homenagens”, disse.

Em nome das famílias das vítimas e do povo pernambucano, João Lyra Neto agradeceu publicamente a todos os envolvidos pelo trabalho de identificação dos corpos. “Gostaria de agradecer também a solidariedade do governador Geraldo Alckmin”, disse.

Também estiveram no prédio do IML o prefeito de Recife, Geraldo Júlio, o deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG), secretários estaduais do governo de Pernambuco, o assessor de Campos e sobrinho da mulher dele, Rodrigo Molina, e a mãe do Fotógrafo, Alexandre Severo.

A ex-ministra, Marina Silva, embarcou para Recife no final da manhã para acompanhar o velório. A previsão de chegada é às 14h.

Tudo o que sabemos sobre:
eduardo campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.