Ideli se coloca à disposição para falar sobre lanchas

A ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse, por meio de nota, que "sempre esteve e se mantém à disposição" para prestar esclarecimentos sobre a compra de lanchas pelo Ministério da Pesca e Aquicultura. A convocação de Ideli foi aprovada nesta quarta-feira pela Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

11 de abril de 2012 | 14h59

O caso da compra das 28 lanchas-patrulha foi revelado pelo jornal O Estado de S.Paulo. As lanchas foram encomendadas por R$ 31 milhões pelo Ministério da Pesca em 2009, e parte da conta - R$ 5,2 milhões - foi paga já na gestão de Ideli na Pasta. O Estado também revelou que o dono da fabricante das lanchas, a Intech Boating, doou a pedido do ministério, R$ 150 mil ao comitê financeiro do PT de Santa Catarina, que bancou 81% dos custos da campanha derrotada de Ideli ao governo catarinense.

Em nota Ideli afirma que não tem "relações com a empresa Intech Boating" e que, durante os cinco meses em que comandou a Pesca, "não assinou e não firmou nenhum novo contrato ou convênio". "Devido aos deveres intrínsecos ao cargo, executou os contratos e convênios sobre os quais não recaíam quaisquer vetos dos órgãos fiscalizadores", acrescenta. A nota destaca ainda que a ministra respeita o trabalho da comissão da Câmara e que "a campanha da ministra ao governo de Santa Catarina não foi beneficiada com doações da Intech Boating".

Tudo o que sabemos sobre:
Idelilanchas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.