Ideli diz que líderes garantem prorrogação da DRU

Os líderes dos partidos aliados disseram hoje à presidente Dilma Rousseff que vão garantir a aprovação da prorrogação da Desvinculação das Receitas da União (DRU) pelos próximos quatro anos. "Os líderes compreenderam a situação econômica mundial e de forma unânime, responsável e coesa afirmaram que vão garantir a aprovação da DRU", disse a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, após reunião dos líderes com a presidente Dilma.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

07 de novembro de 2011 | 19h00

Ideli insistiu que a situação do Brasil é diferente dos demais países. "Estamos bem preparados mas não estamos imunes", disse a ministra.

Segundo ela, não basta aprovar a prorrogação da DRU, mas sim aprovar por quatro anos. "O prazo é tão importante quanto à sua aprovação. A crise é de longo prazo", declarou, lembrando que alguns parlamentares quiseram levantar o assunto dos royalties na reunião, mas ficou acertado que este assunto será tratado em outra oportunidade. Segundo relato de Ideli, os líderes disseram que a questão dos royalties não será colocada como dificuldade para a aprovação da DRU.

Emendas

Com relação à liberação das emendas parlamentares, a ministra disse que o governo reconhece a demora no empenho, mas avisou que a primeira leva de 80% já foi empenhada e que uma nova leva já está começando. "Tivemos um empenho que começou tardiamente. Portanto, a reivindicação dos parlamentares é correta", reconheceu.

Tudo o que sabemos sobre:
DRUIdeliaprovação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.