Idec quer ajudar na decisão sobre plano de saúde

O departamento jurídico do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) criou um questionário com 14 perguntas para ajudar os usuários de planos de saúde a identificar as melhores alternativas caso queiram migrar ou adaptar seus contratos. Entre as questões propostas está a de o beneficiário ter ou não mais de 60 anos, por exemplo. Caso a resposta seja afirmativa, qualquer mudança de contrato lhe garante ficar sem o aumento por faixa etária. Outro exemplo: se o cliente não tem dinheiro para pagar os custos das mudanças, não deve modificar o contrato. Vale lembrar que o aumento máximo permitido pela Associação Nacional de Saúde Suplementar para adaptação é de 25%. Já os reajustes das migrações não são controlados pelo governo. Entre os outros fatores que podem determinar uma decisão em relação ao plano estão: histórico de doenças na família, como de coração e câncer, se já houve negativa de cobertura do plano atual e condições financeiras do consumidor.Clique aqui para ler o questionário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.