ICMS na origem vai onerar Petrobras em 500 mi/mês, diz Dutra

O presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra, disse neste domingo que a proposta da governadora do Rio, Rosinha Matheus, de cobrar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na origem irá onerar a Petrobrás em R$ 500 milhões ao mês. "A governadora, no início, disse que a proposta não onerava a Petrobrás, mas depois ela própria passou a admitir que a estatal é onerada", informou Dutra, ao sair do Palácio do Alvorada, depois de participar de um jogo de futebol com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.Dutra comentou ainda que a mudança do ICMS incidente sobre o petróleo deveria ser discutido no âmbito da reforma tributária. Amanhã, uma comissão formada para estudar o assunto voltará a se reunir no Rio de Janeiro. O prazo final para se chegar a um entendimento, segundo Dutra, é 27 de junho - data estipulada pela governadora Rosinha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.