Ibope: PSDB lidera 5 disputas nos Estados e PMDB, 4

Pesquisas do instituto Ibope em 14 Estados e no Distrito Federal mostram que o PSDB tem cinco candidatos a governador em primeiro lugar na corrida eleitoral - três deles em situação de empate técnico com adversários. O PMDB vem a seguir, com quatro candidatos na liderança - três deles venceriam no primeiro turno se a eleição fosse realizada hoje.

AE, Agência Estado

02 de agosto de 2010 | 10h23

O PSDB lidera em São Paulo, maior colégio eleitoral do País, com o ex-governador Geraldo Alckmin, que tem 50% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada na sexta-feira e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 20.791/2010. Os demais Estados pesquisados pelo Ibope onde há tucanos à frente se concentram na Região Norte.

Peemedebistas lideram em pesquisas Ibope em Minas Gerais (Hélio Costa, 39% das intenções de voto), no Rio de Janeiro (Sérgio Cabral, 58%) e na Paraíba (José Maranhão, 48%). Se vencer em Minas e no Rio, o PMDB controlará dois dos três Estados com maior eleitorado e orçamento. As sondagens em Minas, Rio e Paraíba estão, respectivamente, registradas no TSE sob os números 20.792/2010, 20.797/2010 e 22.027/2010.

No Rio Grande do Sul, o partido aposta em uma virada. Segundo pesquisa Ibope encomendada pelo grupo RBS, divulgada na primeira quinzena de julho e registrada no TSE sob o protocolo 18.297/2010, o peemedebista José Fogaça está 10 pontos atrás do petista Tarso Genro. O Ibope também mostra o PT na frente no Acre, onde Tião Viana tem 63% das preferências. A sondagem está registrada sob o número 20.694/2010.

O mesmo instituto indica que Agnelo Queiroz (PT) está em segundo na disputa pelo governo do Distrito Federal, atrás de Joaquim Roriz, do PSC (38% a 27%). A pesquisa no DF está registrada sob o protocolo 20.796/2010, no TSE. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.