Ibope: No 2.o turno Dilma teria 42%; Marina 38%

Pesquisa Ibope/Estadão/TVGlobo mostra uma vantagem de Dilma Rousseff (PT) sobre Marina Silva (PSB) num possível segundo turno no limite máximo da margem de erro. Dilma oscilou de 41% para 42% das intenções de voto e Marina caiu de 41% para 38%. Brancos e nulos são 12% e indecisos, 8%. Nas pesquisas anteriores, a diferença chegou a 9 pontos, depois foi para 7 pontos, caiu a 1, subiu para 3 e, na semana passada, era zero.

LETÍCIA SORG, Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2014 | 21h02

No cenário em que o adversário de Dilma é o candidato do PSDB, Aécio Neves, a diferença da petista sobre o tucano oscilou de 11 para 10 pontos porcentuais da última pesquisa para cá. Agora Dilma tem 45% contra 35% de Aécio. Brancos e nulos são 12% e indecisos, 8%.

Numa simulação de segundo turno entre Marina e Aécio, a candidata do PSB aparece com uma vantagem no limite do empate técnico sobre o tucano. Ela teria 38% contra 34% do ex-governador. Na semana passada, o placar era de 44% para a ex-ministra contra 31% de Aécio. A vantagem de Marina chegou a 18 pontos e havia caído para 13 pontos na semana passada. Brancos e nulos são 16% e indecisos, 12%.

A pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo entrevistou 3.010 eleitores entre 27 e 29 de setembro em 203 municípios de todo o País. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-00909/2014.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesIbopepresidente2o turno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.