Ibope: avaliação do governo Dilma é estável

A pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada nesta quinta-feira expõe um cenário de estabilidade na avaliação do governo Dilma Rousseff. Os que classificam a atual administração como boa ou ótima oscilaram de 40% para 39%. O porcentual de avaliação regular oscilou de 31% para 33% e a avaliação ruim ou péssima se manteve em 27%.

LETÍCIA SORG, Estadão Conteúdo

09 de outubro de 2014 | 20h45

A maior taxa de avaliação é no Nordeste, com 54% com ótimo ou bom, e a menor, no Sul, com 32% de ótimo ou bom. Oscilou de 51% para 49% os que aprovam o governo e de 43% para 44% os que desaprovam a atual gestão de Dilma. A nota média atribuída ao governo pelos eleitores passou de 5,6 para 5,8.

A pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo entrevistou 3.010 eleitores entre 7 e 8 de setembro em 205 municípios de todo o País. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-01071/2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.