Ibope: Anastasia venceria no 1º turno em MG

O candidato do PSDB ao governo de Minas Gerais, Antonio Anastasia, consolidou-se como líder na corrida estadual e venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. Anastasia tem 42% das intenções de voto, contra 34% de seu principal adversário, Hélio Costa (PMDB). Em uma semana, a distância entre os dois oscilou de nove para oito pontos porcentuais.

AE, Agência Estado

22 de setembro de 2010 | 07h48

Descontados os votos brancos e nulos, além dos eleitores indecisos, o tucano tem 53% dos votos válidos. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa obter a maioria absoluta dos válidos - pelo menos 50% mais um. Hélio Costa, apoiado pelo PT e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aparecia como líder até a pesquisa de 21 de agosto. Nos levantamentos posteriores, apareceu em situação de empate, até cair para a segunda colocação na semana passada.

Vice-governador até a renúncia de Aécio Neves (PSDB), que em março deixou o Palácio da Liberdade para se candidatar ao Senado, Anastasia foi impulsionado pela força eleitoral do antecessor e pela avaliação positiva de seu governo. Para 57% dos mineiros, a atual administração Anastasia é boa ou ótima. Apenas 4% consideram o governo ruim ou péssimo.

Presidência

A pesquisa do Ibope revela ainda que, em Minas, a petista Dilma Rousseff permanece em primeiro lugar na corrida presidencial. Ela tem 51% das intenções de voto, contra 25% do tucano José Serra. Há uma semana, a petista liderava por 52% a 23%. Os números atuais repetem o quadro verificado nas pesquisas de 27 de agosto e 3 de setembro.

Apesar de Anastasia apoiar Serra, a maior parte (49%) dos eleitores do candidato tucano ao governo prefere votar em Dilma. Entre os eleitores de Costa, dois terços apoiam a presidenciável do PT. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010IbopepesquisaMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.