Ibama vai fiscalizar equipe de ?No Limite?

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) vai proibir a captura para consumo de animais silvestres durante as gravações do programa "No Limite", da Rede Globo. A segunda edição do programa está sendo rodada na Fazenda Morro do Chapéu, na Chapada dos Guimarães, a 90 quilômetros de Cuiabá. A estréia será domingo.Segundo o Ibama, a proibição tem como base a Lei de Crimes Ambientais. No local, há vários exemplares de animais ameaçados de extinção como o lobo-guará, veado mateiro, dentre outros animais, além de muitas aves. No local das gravações encontra-se com facilidade capivaras, tatus, pacas, jaguatiricas, coelhos do mato, entre outros. Equipes de fiscalização do Ibama devem vistoriar o local das gravações, uma área restrita e isolada, onde só se chega de barco. "A gente vai ficar de sobreaviso por que a emissora sabe que isso é crime", disse o superintendente Leozildo Benjamim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.