Ibama: licenciamento de usinas do Madeira está na fase final

O diretor de Licenciamento Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Luiz Felippe Kunz, informou nesta sexta-feira à Agência Estado que os técnicos do instituto estão na "fase final" da análise do processo de licenciamento do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira.Em relação ao fato de a licença prévia do projeto ainda não ter saído, contrariando as expectativas do governo, Kunz disse que a análise dos documentos recebidos pelo Ibama durante as audiências pública feitas no final do ano passado acabou se mostrando "mais complexa do que era imaginado". "Por isso, precisamos de mais um tempo para fechar a avaliação", disse.O ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, chegou a dizer, no início do mês, que a licença poderia sair até o dia 15 de março, o que não aconteceu. Kunz preferiu não estabelecer um prazo para a conclusão do processo de licenciamento.O governo precisa que o Ibama libere a licença prévia do complexo para poder leiloar a concessão para a construção e a operação das usinas que formam o complexo - Santo Antonio e Jirau. Juntas, essas hidrelétricas terão, quando construída, potência instalada de 6.450 megawatts (MW). A intenção do governo é de realizar, até julho, o leilão de Santo Antonio e, em 2008, o de Jirau.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.