Humberto Costa diz que não usa ministério contra ACM

O ministro da Saúde, Humberto Costa, negou ontem que esteja usando o seu cargo para tentar derrotar aliados do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) nas eleições municipais da Bahia."Tudo o que eu tenho feito está em sintonia com o que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer. Em nenhum momento fui à Bahia para fazer campanha. Vou para lá para lançar programas em benefício da população e não há como escolher a hora para fazer isso", disse o ministro, referindo-se à acusação feita por ACM sobre seu suposto engajamento político na eleição baiana.Ele disse que um bom exemplo de que não está usando a máquina do Ministério da Saúde para eleger adversários de ACM está no fato de ter inaugurado, ao lado do presidente Lula, a primeira farmácia popular do País, em Salvador, cidade administrada pelo PFL. Depois de passar por Salvador. O ministro já foi para Vitória da Conquista para inaugurar outra farmácia popular e para Itabuna, onde lançou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.