Fred Thornhill/Reuters
Fred Thornhill/Reuters

Ator que faz o Hulk endossa campanha do TSE por título de eleitor

Ao compartilhar mensagem de Anitta, o ator Mark Ruffalo lembrou que os eleitores mais jovens foram cruciais para Joe Biden vencer Donald Trump, e que Jair Bolsonaro pode também ser derrotado assim

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2022 | 08h28

O ator Mark Ruffalo, que interpreta o Hulk nos filmes dos estúdios Marvel, usou as redes sociais nesta quinta-feira, 24, para pedir aos seus seguidores brasileiros de 16 e 17 anos que tirem o título de eleitor e derrotem o presidente Jair Bolsonaro (PL) nas urnas. Ele ressaltou que o ex-presidente americano Donald Trump perdeu as eleições nos Estados Unidos porque um número recorde de pessoas se cadastrou para votar, e fez um apelo para que algo semelhante ocorra no Brasil. 

“Em 2020, os americanos só derrotaram Donald Trump porque eleitores usaram seus direitos democráticos em nível recorde, especialmente os jovens. Para derrotar Bolsonaro, brasileiros de 16 e 17 anos devem se registrar para votar nas próximas eleições”, escreveu ele. Nos EUA, o voto não é obrigatório. 

O comentário do ator foi feito em endosso a uma publicação da cantora brasileira Anitta. Na quinta-feira, ela e diversos outros artistas e influenciadores fizeram uma campanha para que os adolescentes se cadastrem como eleitores. O movimento incluiu Whindersson Nunes, Larissa Manoela, Luisa Sonza, entre outros. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também endossou o tweet da cantora ontem.  

O prazo final para registro do título é 4 de maio. O documento pode ser emitido de forma rápida pela internet. Veja tutorial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.