Hotel terá de informar quem pagou despesa de motorista

Um delegado da Polícia Federal, que assessora a CPI dos Bingos, está se dirigindo ao Hotel Mercure, em Brasília, para notificá-lo oficialmente a informar quem fez a reserva e quem está pagando a estadia do motorista do Ministério da Fazenda no Rio de Janeiro Eder Eustáquio Macedo, que acaba de depor na CPI. Durante o depoimento, a assessoria da comissão de inquérito tentou obter essa informação, mas o hotel, um cinco-estrelas da capital federal, se recusou a fornecer a informação. A notificação se deve ao fato de o presidente da CPI, senador Efraim Moraes (PFL-PB), ter sido informado de que a assessora parlamentar do Ministério da Fazenda, Ilma F. Lima dispensou a CPI de pagar a hospedagem. A CPI quer agora saber quem está assumindo essa despesa. Ilma F. Lima pediu a antecipação da passagem aérea de Eder do Rio de Janeiro a Brasília de hoje para ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.