Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Hospital usado por Bolsonaro diz não ter sido notificado sobre decisão de divulgar exames

Exames de coronavírus das autoridades do governo federal foram realizados no HFA em parceria com laboratório privado

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2020 | 12h25

BRASÍLIA - O Ministério da Defesa informou na manhã deste sábado, dia 20, que o Hospital das Forças Armadas (HFA) ainda não foi notificado da ordem judicial que determinou o repasse imediato da lista de pacientes infectados pelo novo coronavírus ao governo do Distrito Federal.

"Até o momento, o Hospital das Forças Armadas (HFA) não recebeu qualquer notificação por parte da Justiça", disse o ministério, em nota. Segundo a Defesa, "todas as notificações positivas para covid-19 estão sendo informadas como preconizado".

Os exames de autoridades do governo federal, entre elas o presidente da República, Jair Bolsonaro, foram realizados no HFA, em parceria com o laboratório privado Sabin. Bolsonaro afirmou que os testes resultaram negativo para o novo coronavírus.

O Estado pede há uma semana ao Palácio do Planalto acesso aos exames do presidente, mas não obteve resposta. Questionado pelo jornal nesta sexta-feira, dia 19, Bolsonaro não respondeu se divulgaria o laudo completo dos exames que realizou e indicou que pode realizar outros testes se tiver recomendação médica. O presidente comparou a pandemia da covid-19, que já vitimou mais de 10 mil pessoas ao redor do mundo, a uma "gripezinha".

“Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar”, disse. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.