Hospital de Campinas faz cirurgia inédita no Brasil

Uma cirurgia inédita no Brasil será realizada nesta sexta-feira no Hospital Celso Pierro, da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, para corrigir a deformidade torácica pectus excavatum, popularmente chamada de tórax de sapateiro.Os doentes apresentam uma concavidade na parede do tórax provocada pela pressão da cartilagem sobre os ossos. A paciente é uma menina de nove anos. A mãe dela, Maria Aparecida de Souza, disse que a filha reclama de dores e não consegue manter a postura ereta. ?Só quero que ela fique bem?, disse.O cirurgião pediatra do Celso Pierro Gilson Nagel Sawaya comentou que a deformidade atinge uma em cada mil crianças, de acordo com estatísticas mundiais. Pode provocar reações variadas, como deslocar órgãos torácicos vitais, restringir o crescimento desses órgãos e dificultar a respiração do doente, além de problemas estéticos e psicológicos decorrentes deles.Sawaya acrescentou que a doença é pouco conhecida, inclusive pelos pacientes. O médico disse que operou uma criança portadora da pectus excavatum que havia passado por pelo menos cinco hospitais sem que nenhum médico tivesse conseguido fazer o diagnóstico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.