Horário de Verão deve ser adiado para novembro

O Horário de Verão deverá começar mais tarde este ano. Ao contrário do que tem ocorrido nos últimos anos, quando se inicia nas primeiras semanas outubro, dessa vez ele deve entrar em vigor em novembro.O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu ao governo que a mudança nos relógios ocorra somente depois do segundo turno das eleições, marcado para o dia 31 de outubro. O presidente TSE, Sepúlveda Pertence, disse que o adiamento foi sugerido para evitar problemas com o funcionamento das urnas eletrônicas. Os relógios das urnas são programados para ser acionados às 7 horas dos dias 3 e 31 de outubro e não são adaptados à mudança.O Ministério de Minas e Energia está analisando o pedido do TSE e deverá anunciar na próxima semana o período de vigência do novo horário. A praxe adotada é de divulgar a data 30 dias antes da entrada em vigor, para dar tempo às empresas e à população de se preparar à mudança.Se for atendido o pedido do TSE, o mais provável é que o Horário de Verão comece no dia 7 de novembro, que é o primeiro domingo depois do segundo turno das eleições. A idéia é fazer a mudança em um dia que provoque menos transtorno para a população.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.