Hopi Hari não paga dívida de R$ 200 milhões

A Hopi Hari, empresa que administra o parque temático em Vinhedo (SP), suspendeu o pagamento de suas dívidas, estimadas em R$ 206,7 milhões, dos quais R$ 45,9 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que não recebe os pagamentos desde julho do ano passado.Segundo a agência de classificação de risco Fitch Atlantic Ratings, a Hopi Hari "permanece apresentando elevado desequilíbrio financeiro, mas vinha conseguindo, desde agosto de 2002, a prévia aprovação para a prorrogação das parcelas mensais. Como em setembro ainda não houve a aprovação nem o pagamento, ficou caracterizada a inadimplência", afirma a nota da agência. Dois milhões de pessoas visitaram o parque em 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.